domingo, 31 de janeiro de 2010

Compra consumista/compulsiva

Estava percorrendo os canais de TV essa noite e me deparei com uma matéria no Fantástico sobre consumo. Na verdade, a matéria abordava mais o fato de que as mulheres, em sua maioria, não resistem a uma liquidação, uma promoção, etc, e acho que, de fato, isso é verdade. Mesmo estando com o armário abarrotado de roupas, sapatos e acessórios, sempre achamos que cabe mais um e não queremos perder aquele 50% de desconto por nada.
E embora na maioria das vezes a gente pense nisso como uma característica feminina, "coisa de mulher", como falam por aí, essa mania de comprar pode virar uma compulsão grave. Conheço mulheres que gastam mensalmente quase todo o salário em compras e não é porque "estão podendo", mas pelo simples fato de que não possuem qualquer controle sobre isso.
Claro que é ótimo comprar! E eu não posso falar que condeno a prática, né? Muito pelo contrário! Mas acho que nesse final de 2009 foi que caiu a ficha de quanto eu estava sendo exagerada. Fui fazer umas limpezas de fim de ano e percebi que não tenho espaço mais para guardar um lenço! Será que precisamos de tudo isso mesmo? Segundo a matéria do Fantástico (baseada em uma pesquisa inglesa), as mulheres usam apenas 8% do que tem em seu guardarroupa!
Portanto mulherada (e homens também), vamos parar um pouquinho para pensar em tudo o que a gente tem guardado, por que temos tudo isso, se precisamos realmente de tudo, pensar no que usamos e no que nunca usamos e dar novos rumos aos nossos hábitos de consumo. Consumo consciente é a chave! Antes de abrir a carteira para sacar o cartão de crédito, avalie bem sua compra. E para quem quiser saber mais sobre compra consumista, faça o teste no site do Fantástico.
Ótima semana!

6 comentários:

claudia disse...

Sou uma consumista assumida!!!compro tudo e qualquer coisa,não importa se o item comprado vai ser para mim,para a casa ou marido,filho,mãe,pai,cachorro ou mesmo para dar de presente a uma pessoa que nem conheço pessoalmente,comprar me faz tão mais tão feliz que até me esqueço de comer...por isso só saio de casa com o dinheiro contado para não me arrepender depois.

Cris Borges disse...

Pois é, Cláudia! Como eu disse, eu não sou contra comprar. Pelo contrário, eu adoro, sou bazarzeira, adoro uma liquidação, etc, etc. Mas acho exagero sim. Primeiro porque a gente não precisa de tanta coisa material para viver, segundo porque não usamos nem metade do que temos e isso se torna desperdício. E depois, o dinheiro que gastamos comprando, comprando, comprando, poderia estar sendo utilizado em um curso, em uma viagem, em outras coisas que são tão boas quanto apenas comprar. Acho que existem outras coisas na vida que podem nos fazer tão bem quanto uma compra. Mas essa é minha opinião. Cada um sabe o que lhe cai melhor! Bjs

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

Carlinha Salgueiro disse...

Bom post, precisamos sempre ter um lembretezinho destes para não cair em tentação. Arrumei meu guarda roupas estes dias e descobri que tenho coisas demais também, e fico ainda padecendo do mal de preciso disto ou daquilo que não tenho... Como pode?
Só colocando a mão na consciencia mesmo!
Beijos!

Adriana disse...

Oi lindinha, sou super consumista, e teu blog veio bem a calhar!!!! rsrs
já estou te seguindo e te linkei
espero visita tua, ok
bjs
Dri
http://tititidadri.blogspot.com

Fer disse...

Olá Cris, recebi seu convite para conhecer seu blog e pode ter certeza só em ler essa primeira matéria eu não me arrependo nem um pouco de ter vindo passear por esses mares srsrsrsr.

Como consultora de moda eu optei por trabalhar com meus clientes aproveitando peças do seu próprio armári e comprando as que realmente vão precisar pelo seu bio tipo.

Outra coisa que aprendi foi com a Constanza Pascolato, aprendi a me vestir e a comprar tendo o anticonsumismo em mente e tento passar isso para meus clientes.

Amei a matéria.

Bjs